Olho do furacão: a morada do amor

Eu nunca escondi que sempre fui uma solteira faceira. Talvez porque a vida toda eu tenha um espírito dedicado a aproveitar o melhor de todas as fases. Ou talvez não. Talvez eu fosse uma solteira faceira porque tivesse completa certeza que ser e estar “um”, é em suma, mais prático e imensamente mais fácil que Leia mais… »

Fica tranquilo, pai.

“Fica tranquila”. É assim que ele sempre encerra a ligação, por mais que eu às vezes só tenha ligado pra dar um alô. “Fica tranquila” é a frase que meu pai mais me diz. Se eu tô brava. Se tô triste. Se tô feliz. E até se tô tranquila.   Eu temo ter me dado Leia mais… »

Uma carta de amor à leitora

Oi. A gente não se conhece pessoalmente, mas saiba que eu te amo. Num mundo “internético” tão voraz e sem compaixão, você veio parar aqui no meu divã, e assim, do “nada” roubou meu coração. É estranho, e eu sigo não entendendo muito bem. Eu faço essas sessões de terapia abertas, expondo o meu melhor, Leia mais… »

O dia do meu casamento

Hoje acordei de um sonho muito real. Nele eu me preparava para o dia do meu casamento. Eu me lembro do toque do tecido do vestido no meu corpo. Eu me lembro do cheiro das flores. Lembro-me do vento que batia no meu rosto enquanto eu esperava para entrar na igreja. Era um dia feliz Leia mais… »

Me ame quando for difícil 

Eu sei que hoje eu deveria ser romântica. Pensar em botões de rosas e sushis hiper-faturados a luz de velas. Sei que deveria repetir as juras de amor dignas dos apaixonados e fazer votos de amores daqueles “felizes para sempre”. Mas sinceramente o amor que quero é outro. Me ame quando for difícil me amar. Leia mais… »

Os 3 amores

Já percebeu como o amor é uma matéria totalmente experimental? Sim, porque seus pais não chegam numa certa idade para ter “aquela conversa” sobre o amor com você. A gente tem “aquela conversa” sobre sexo, que, diga-se de passagem, é um tema muito mais técnico, com vasta bibliografia explicativa e em tese, muito mais simples Leia mais… »

Mãe: coisa de Deus ou de Darwin?

Talvez tivesse que ser assim. Talvez a nossa humanidade tivesse mesmo que nascer dentro de outro ser humano para garantir que pelo menos uma pessoa no mundo, ia amar a gente de qualquer forma. Acima dos peitos vertendo leite e mamilos doloridos. Acima das fraldas. Isso sem contar a pá de decepções que, vez que Leia mais… »

Ao homem que eu amo, muito obrigada.

Estou desconsiderando a regra número um do nosso relacionamento, que é preservar tua intimidade. Sim, “tu não nasceu pra ser famoso”, e mesmo assim estou aqui fazendo um agradecimento público. Indevido, mas necessário. Meu amor, eu andei por anos estraçalhando meu coração da forma mais indigna. Eu me entreguei a pessoas que não me deram Leia mais… »

A âncora

A âncora sempre teve um significado muito simbólico pra mim. Havia uma época que eu a relacionava com alguns relacionamentos meus. Sempre me puxando pra baixo, me afundando. Na minha cabeça eu precisava da âncora, ora, pois como ia andar por aí sem a segurança da âncora? E se eu ficasse cansada? Se houvessem maremotos? Leia mais… »

Relacionamento raiz, não Nutella

  Quem olha as contas de Instagram do seu casal preferido, não imagina o que rola na vida de duas pessoas quando não existe a possibilidade de filtro. Quem olha as minhas fotos com meu namorado, só percebe o tom lindo de verde dos olhos dele somado ao carinho no olhar. Não sabe que ele Leia mais… »