O espelho quebrado

Quem lê este divã algum tempo, entende muito bem que eu não sou psicóloga. Aliás, muito pelo contrário. Sou eu quem está no divã. “Antônia no Divã” é o nome do blog. Não é “Antônia na cadeira”. Já ficou claro que aqui se tratam de sessões de terapia públicas. Minhas sessões. Eu não digo como Leia mais… »

Ressignificar

Eu moro na praia. Um lugar tranquilo. Toda vez que eu abro a janela, eu posso ouvir o mar. As ondas quebrando. Você não imagina o quanto o som é relaxante. Isso claro, até o momento em que a Vera acorda. A Vera é a vizinha do lado, cujo único prazer, ao que me parece, Leia mais… »

O dia do meu casamento

Hoje acordei de um sonho muito real. Nele eu me preparava para o dia do meu casamento. Eu me lembro do toque do tecido do vestido no meu corpo. Eu me lembro do cheiro das flores. Lembro-me do vento que batia no meu rosto enquanto eu esperava para entrar na igreja. Era um dia feliz Leia mais… »

Desligue o f*da-se

Eu morro de inveja de todos vocês, seres humanos, que não tem problema nenhum em ligar o foda-se. Nenhum. Sério, e eu sou super fã de um desapego, ao passo que não tenho nenhum talento para o mesmo.  Adoro analisar pessoas que não ficam constrangidas em dar de ombros para assuntos e indivíduos. O vulgo Leia mais… »

Alerta de felicidade

Existem poucas coisas no mundo que despertam mais o espirito humano como a busca pela felicidade. A gente a procura a felicidade na pessoa que segura a nossa mão, nos copos de cachaça, no picolé de uva, na rua, na chuva, na fazenda, ou numa casinha de sapê. Leia mais… »

Papo ao vivo – Movimento de Expansão

Ontem rolou uma live super bacana com a galera do Movimento de Expansão. A temática era “Aprendizado e cura através da escrita e do processo criativo”, mas a gente falou de trabalho, amor, de luto, de bobagem, de verdade, enfim, de tudo um pouco. Quer saber mais sobre escrita criativa? Sinaliza teu interesse no inbos Leia mais… »

A arte de decepcionar

Dia desses mandei uma mensagem arriadinha para uma amiga, sobre um antigo affaire que havia casado na Tailândia. No outro dia, o comentário dela foi longe de ser uma piada. Lembrou-me de que eu havia me esquecido de seu aniversário, que não havia ligado para o namorado dela, um grande amigo meu, cuja mãe estava Leia mais… »

Antes de eu morrer | Coisa de Antônia

Já pensou o que você faria se soubesse que tem os dias contados? Eu já. Vem comigo no Coisa de Antônia no ATL Girls da Rede Atlântida, clicando na imagem abaixo:

A irmã mais velha

Sábado passado caiu a luz lá de casa. Não foi por muito tempo, somente tempo suficiente para o Mateus aparecer na minha cama em um pulo, e o Murilo sair correndo do chuveiro gritando meu nome – “MANAAAAA” – sim porque lá em casa meu nome é “mana”. Enquanto a minha mãe arrumava o disjuntor Leia mais… »