Eu preciso falar de amor

Eu preciso falar de amor Esse ano eu precisei me ausentar inúmeras vezes pelo simples fato de que eu me tornei uma daquelas pessoas que eu mais abominava: a apaixonada crônica. E chata. Uma apaixonada chata que se alimenta de amor e vomita coraçõezinhos (você pode imaginar?). E por medo de passar vergonha em praça Leia mais… »

Comece antes de estar pronto

Meu trabalho e profissão viraram do avesso desde que eu decidi sair de um emprego fixo, com uma cadeira só minha e um cartão de visitas com o meu nome. Eu não tenho mais horário, rotina, e meu escritório é uma mochila nas minhas costas. A única coisa fixa nesta minha nova realidade é a Leia mais… »