Pequenos grandes mestres

Eu pensei que ia demorar mais para eu levar um baile dos meus irmãos. lembro deles ainda tão pequeninhos. Eu nunca imaginei que com 7 anos de idade, a gente trocaria de lugar entre mestre e aprendiz, mas isso aconteceu. Eu devia estar ocupada no meu celular ou pagando boletos enquanto eles criaram senso crítico Leia mais… »

Copa do Mundo em tempo de “boneca” rosa

Ai que bonitinhos. Eles têm barba na cara, conta bancária,talvez a pensão do filho pra pagar, mas ficam ouriçados ao fazerem uma piada sobre a vagina. É como se voltássemos a 4ª série. Aula de ciências, “o corpo humano”. A turma ri cada vez que a professora diz “vagina”. A cena é triste. A russa Leia mais… »

Me ame quando for difícil 

Eu sei que hoje eu deveria ser romântica. Pensar em botões de rosas e sushis hiper-faturados a luz de velas. Sei que deveria repetir as juras de amor dignas dos apaixonados e fazer votos de amores daqueles “felizes para sempre”. Mas sinceramente o amor que quero é outro. Me ame quando for difícil me amar. Leia mais… »

Os 3 amores

Já percebeu como o amor é uma matéria totalmente experimental? Sim, porque seus pais não chegam numa certa idade para ter “aquela conversa” sobre o amor com você. A gente tem “aquela conversa” sobre sexo, que, diga-se de passagem, é um tema muito mais técnico, com vasta bibliografia explicativa e em tese, muito mais simples Leia mais… »

E quando a greve acabar? | Jamile Hallam

  E quando a greve acabar? – por Jamile Hallam Sim, quando a greve acabar como você vai se comportar? Você que ainda tem mais de meio tanque de gasolina, vai correr para o posto já no primeiro dia, ou vai deixar que aqueles que estão secos abasteçam primeiro? Ou quem sabe vai doar parte dos Leia mais… »

Desligue o f*da-se

Eu morro de inveja de todos vocês, seres humanos, que não tem problema nenhum em ligar o foda-se. Nenhum. Sério, e eu sou super fã de um desapego, ao passo que não tenho nenhum talento para o mesmo.  Adoro analisar pessoas que não ficam constrangidas em dar de ombros para assuntos e indivíduos. O vulgo Leia mais… »

Alerta de felicidade

Existem poucas coisas no mundo que despertam mais o espirito humano como a busca pela felicidade. A gente a procura a felicidade na pessoa que segura a nossa mão, nos copos de cachaça, no picolé de uva, na rua, na chuva, na fazenda, ou numa casinha de sapê. Leia mais… »

Mãe: coisa de Deus ou de Darwin?

Talvez tivesse que ser assim. Talvez a nossa humanidade tivesse mesmo que nascer dentro de outro ser humano para garantir que pelo menos uma pessoa no mundo, ia amar a gente de qualquer forma. Acima dos peitos vertendo leite e mamilos doloridos. Acima das fraldas. Isso sem contar a pá de decepções que, vez que Leia mais… »

A hemorroida e eu

Eu fico muito impactada com a capacidade que temos em criar tabu sobre coisas naturais. Há uns cinco anos atrás, me saiu uma hemorroida. Sim, aquela veinha inchada que dá no reto e no ânus. O vulgo cu. Meu ex namorado – que era mais desavisado que eu – na época, quando viu, me acusou Leia mais… »

Ao homem que eu amo, muito obrigada.

Estou desconsiderando a regra número um do nosso relacionamento, que é preservar tua intimidade. Sim, “tu não nasceu pra ser famoso”, e mesmo assim estou aqui fazendo um agradecimento público. Indevido, mas necessário. Meu amor, eu andei por anos estraçalhando meu coração da forma mais indigna. Eu me entreguei a pessoas que não me deram Leia mais… »