Browsing Category

Carimbo

Viagens reais e imaginárias


LER SESSÃO

View more
Carimbo

I ♥ SP

em
1 de setembro de 2015

São Paulo da falta de água. São Paulo do trânsito caótico. São Paulo cinza. São Paulo, terra da garoa. Convenhamos, é difícil ver alguém declarar seu amor irredutível por uma cidade superlotada, cara e poluída. O Tiete tá ali, onipresente e inoportuno, no solo, na cara e o pior,…


LER SESSÃO

View more
Carimbo

O muro e eu

em
28 de abril de 2015

Quando decidi fazer as malas e viver no velho mundo, o que sempre me atraiu foi a história. Eu queria andar nas ruas onde se passaram revoluções, respirar ares de onde fatos marcantes aconteceram. Eu sabia que para tal, não bastava apenas vagar por arruelas importantes, devia reconhecê-las. Entendê-las….


LER SESSÃO

View more
Carimbo

A viralização do byebye

em
3 de março de 2015

Confesso que fui pega de surpresa pela repercussão do texto                 “É preciso ir embora” publicado na semana passada. Foram quase 450mil acessos e tamanha interação que até mesmo o site precisou ir embora e saiu do ar por algumas horas. Eu…


LER SESSÃO

View more
Carimbo Efemérides

É preciso ir embora

em
25 de fevereiro de 2015
É preciso ir embora. As desculpas e pré-ocupações sempre vão existir. Basta você decidir encarar as mesmas como elas realmente são – do tamanho de formigas.


LER SESSÃO

View more
Carimbo

Todo mundo nu

em
7 de novembro de 2014

Parem as máquinas! Tá todo mundo nu.
Quem tem acompanhado as notícias no sul do país, percebeu que na pequena província de Porto Alegre, um movimento está acontecendo. Representantes do naturalismo saíram às ruas com o modelito que a cegonha lhes deu.

O fato de alguns cidadãos de bem saírem pelados…


LER SESSÃO

View more
Carimbo Crônicas

A maldita calcinha suja

em
5 de novembro de 2014

Era o final de semana que antecedia o início do verão. E se você já passou um inverno chuvoso em Londres, vai entender que a data era motivo para celebração. A noite incluía a pista animada do Mother Bar em Shoreditch, doses intermináveis de Jager Bomb e o meu casal…

Aline Mazzocchi
No divã e pelo mundo

De batismo, sim, Aline. Mas eu precisei do codinome Antônia - do latim "de valor inestimável" - para dividir minhas sessões públicas de escrita-terapia. O que divido aqui é o melhor e o pior de mim, tudo que aprendi no divã e botando o pé na estrada. Não para que dizer como você deve ver a vida. Mas para que essa eterna busca pelo auto-conhecimento, não seja uma jornada solitária, ainda que pessoal e intransferível. Então fique a vontade pra dividir o divã e algumas boas histórias comigo. contato@antonianodiva.com.br

SESSÕES NO SEU E-MAIL
PESQUISE AQUI