Ao homem que eu amo, muito obrigada.

Estou desconsiderando a regra número um do nosso relacionamento, que é preservar tua intimidade. Sim, “tu não nasceu pra ser famoso”, e mesmo assim estou aqui fazendo um agradecimento público. Indevido, mas necessário. Meu amor, eu andei por anos estraçalhando meu coração da forma mais indigna. Eu me entreguei a pessoas que não me deram Leia mais… »

Eu preciso falar de amor

Eu preciso falar de amor Esse ano eu precisei me ausentar inúmeras vezes pelo simples fato de que eu me tornei uma daquelas pessoas que eu mais abominava: a apaixonada crônica. E chata. Uma apaixonada chata que se alimenta de amor e vomita coraçõezinhos (você pode imaginar?). E por medo de passar vergonha em praça Leia mais… »