Valores opostos

Eu escrevo esse texto a poucas badaladas de mais um aniversário, e não sei vocês, mas eu adoro fazer aniversário. Gosto do aniversário porque é um dia para ser lembrada pelas pessoas que amo, dia de receber abraços gostosos e de ver como as pessoas reconhecem, que caso você não tivesse nascido, talvez suas vidas Leia mais… »

Respira, não pira.

No começo de tudo, eu não escolhi deitar num divã. Não mesmo. Eu me vi obrigada a deitar nele. Sim, obrigada. Até porque ninguém acorda no auge dos 20 anos e decide “quero me analisar”– sendo esta a idade em que acreditamos saber basicamente de tudo. Pois eu só virei Antônia no Divã porque precisei muito. Leia mais… »