O verão é dos solteiros

Desculpem-me os casados. Vocês tem o inverno todinho pra vocês, com viagens delícia para a serra, cobertores de orelha e alguém para esquentar seus pés. Longas horas embaixo das cobertas deflorando o Netflix ou seus próprios corpos – pouco importa o frio que faz lá fora quando o calor está garantido. Enquanto nós, solteiros, padecemos na Leia mais… »

Coisa de Antônia: Gata Borralheira

No “Coisa de Antônia” no ATL Girls da Rede Atlântida, vamos relembrar um clássico dos contos de fada… da vida real. Entra na sua abóbora e corre pra lá:

Incompleta

Acordei mais uma manhã sentindo a tua falta. Abri os olhos querendo te ver, mas você não estava lá. Em dias como estes me pego pensando quanto tempo ainda precisa passar para sufocar essa saudade. Não basta a distancia? Ou nossas fotos nunca mais serem revisitadas? Por que você nunca mais saiu de mim? Às Leia mais… »

Felicidade silenciosa

“Felicidade é discreta, silenciosa e frágil, como a bolha de sabão.  Vai-se muito rápido, mas sempre se podem assoprar outras.”  Rubem Alves   Certa vez viajei para um paraíso na costa da Austrália, e após alguns dias sem dar notícias, uma amiga me escreveu preocupada: “E aí, Antônia, não está gostando da viagem?” – não Leia mais… »

I ♥ SP

São Paulo da falta de água. São Paulo do trânsito caótico. São Paulo cinza. São Paulo, terra da garoa. Convenhamos, é difícil ver alguém declarar seu amor irredutível por uma cidade superlotada, cara e poluída. O Tiete tá ali, onipresente e inoportuno, no solo, na cara e o pior, no nariz. O sol, que em Leia mais… »

Frango frito

Tem lições que seus pais vão ensinar da forma menos óbvia, e que você só vai entender a importância na maturidade. Meu pai já foi caminhoneiro. E hoje, apesar de ser empresário, e sentar na cadeira de diretor dele, vejo que sempre teve e sempre terá a simplicidade de um caminhoneiro – ainda que ele Leia mais… »

Passagem de ida pra Terra do Nunca

Dou-me conta de que eu sou adulta, na mesma proporção do tempo que fico exposta a crianças. Algumas horas com meus irmãos mais novos são inofensivas. Brincamos juntos e tudo é muito natural. Basta um final de semana inteiro passar, que me pego freneticamente corrigindo os dois a cada 5 minutos. “Vamos juntar esses brinquedos”. “Larga Leia mais… »

O muro e eu

Quando decidi fazer as malas e viver no velho mundo, o que sempre me atraiu foi a história. Eu queria andar nas ruas onde se passaram revoluções, respirar ares de onde fatos marcantes aconteceram. Eu sabia que para tal, não bastava apenas vagar por arruelas importantes, devia reconhecê-las. Entendê-las. Estudá-las. Assim, quando finalmente decidi retornar ao Leia mais… »

A maldita calcinha suja – episódio 2

Quem acompanha o blog desde o início, sabe que o primeiro post público pra inaugurar o divã não foi uma história nada bonita, muito menos limpa. A saga da “A maldita calcinha suja” terminou no mínimo com algumas reticências, e não foi à toa que muitos escreveram perguntando como diabos a história terminava. Gostaria de Leia mais… »

A viralização do byebye

Confesso que fui pega de surpresa pela repercussão do texto                 “É preciso ir embora” publicado na semana passada. Foram quase 450mil acessos e tamanha interação que até mesmo o site precisou ir embora e saiu do ar por algumas horas. Eu fiquei inquieta, para dizer o mínimo. Leia mais… »