Papa-Gringo

“Garota, você ia pirar na Vila Olímpica”. Essa foi a mensagem de uma amiga direto do Rio. No meio de um grupo de whatsapp de 17 mulheres, foi para mim direcionado o foco dos romances intercontinentais.  “Papa-gringo”, algumas amigas  me chamam tirando sarro, devido ao meu interesse pelos espécimes que vem de fora. Não que Leia mais… »

Dar, ou não dar, eis a questão.

“Dá logo, Antônia!”, “Tá com vergonha do que?!”, “E só tirar se você não gostar.” “Vai deixar ele ali pedindo? Dá logo pra ele!”. 1993. 4ª série. Recreio da escola. Era a primeira vez que eu encarava a pergunta que ia me assombrar para o resto da vida “dar ou não dar pra ele”. Ele, Leia mais… »

Pegação ou não pegação, eis a questão.

Durante a Copa do Mundo tive o deleite, e por horas, o desprazer de aproveitar o maior evento esportivo do ano no sul do país. Copa do Mundo em terra de macho.  Ora mas que diferença do restante do país isso tem?! A repercussão da diversão das “gurias”. “Grupo de gaúchos assediam suíças durante a ‘Copa da Leia mais… »