Amor, cadê você? | Coisa de Antônia

Já se deu conta que hoje é mais fácil achar dinheiro na rua, do que amor? Hoje no Coisa de Antônia no ATL Girls da Rede Atlântida, a implacável busca por essas quatro letras que mexem com a cabeça de qualquer vivente. Leia mais… »

O melhor lugar do mundo

Desde pequena eu me mudei muito. De cidade, de casa e eventualmente de país. Depois que eu voltei para as terras tupiniquins, viajei mais um pouco, e essa inquietude sempre me fez pensar onde seria o melhor lugar do mundo para se estar. Londres tinha me ensinado tanto, então eu pensei que poderia ser lá. Leia mais… »

O verão é dos solteiros

Desculpem-me os casados. Vocês tem o inverno todinho pra vocês, com viagens delícia para a serra, cobertores de orelha e alguém para esquentar seus pés. Longas horas embaixo das cobertas deflorando o Netflix ou seus próprios corpos – pouco importa o frio que faz lá fora quando o calor está garantido. Enquanto nós, solteiros, padecemos na Leia mais… »

Coisa de Antônia: Amor além da vida

Hoje no “Coisa de Antônia” no ATL Girls da Rede Atlântida, abri mão da possibilidade de vocês me chamarem de maluca, e contei os estranhos eventos que tem questionado a minha fé. E você, acredita em conexão após a morte?  Cai pra cá e dá tua opinião:

A garota antes alegre

“Ela vem?” – “Sim, com toda alegria”; Ora pois, não há sexta-feira sem sua euforia. Do seu lado tem riso, piada e graça; Gostam dela com praia, boteco e cachaça. ♥ Ela é rainha da parceria; Companhia pra dor e também pra alegria; Se precisar de ajuda, seu nome é só chamar; Nunca disse “não” Leia mais… »

Coisa de Antônia: Intolerante à borboletas

No Coisa de Antônia de hoje no ATL Girls da Rede Atlântida,  vamos revisitar o pior sintoma da primavera… as borboletas. E aí, você tem estômago pra isso? Clique na borboleta e decida:    

Coisa de Antônia: Broderagem! Contra o mimimi sobre amizade entre homens e mulheres.

No Coisa de Antônia no ATL Girls da Rede Atlântida de hoje, uma discussão antiga sobre a capacidade de manter uma amizade entre Luluzinhas e Bolinhas. Vai lá e opina sobre broderagem!

Felicidade silenciosa

“Felicidade é discreta, silenciosa e frágil, como a bolha de sabão.  Vai-se muito rápido, mas sempre se podem assoprar outras.”  Rubem Alves   Certa vez viajei para um paraíso na costa da Austrália, e após alguns dias sem dar notícias, uma amiga me escreveu preocupada: “E aí, Antônia, não está gostando da viagem?” – não Leia mais… »

Coisa de Antônia: A Recaída 

Eu fiz de tudo pra evitar uma recaída. Mas evitar uma recaída é tão eficaz quando evitar um tropeção. Não tem como se prevenir de um tropeção, tem? No ATL Girls de hoje na Rede Atlântida, as delícias e malícias de uma recaída. Tropeça pra pra lá!

O que eu não quero

Dia destes peguei-me em um “first date” com um cara mais velho. Eu, que já tive a minha cota considerável de garotos, achei um tanto quanto revigorante a ideia de sair com um homem com “H” maiúsculo. Revigorante e intimidador, pra dizer o mínimo, claro. Durante o encontro tentei direcionar a nossa conversa para assuntos Leia mais… »